Contactos e Marcações:


213 189 300 / 800 250 205


Deixe-nos cuidar de si!

Corpo Clínico • Profissionais IMI

A nossa equipa de profissionais

No IMI encontra um Corpo Clínico altamente qualificado, formado por especialistas em Radiologia, Neurorradiologia e Cardiologia. 

Da nossa equipa fazem parte mais de 70 médicos de reconhecido mérito, que se dedicam à realização de diagnósticos de elevado rigor. Contamos ainda com uma equipa multidisciplinar com mais de duas dezenas de Técnicos de Radiologia diplomados por Escolas Superiores de Saúde.

A forte aposta na formação dos nossos profissionais e o investimento contínuo na actualização Técnica e Tecnológica garantem a Qualidade e a Notoriedade que até aqui conquistámos.

Abaixo pode ver todos os profissionais que compõem o nosso corpo clínico.

Seleccione uma área para ver.


Dra. Ana Galrinho

Mais informação

 Ana Isabel Venâncio Oliveira Galrinho

 Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa em 1986. Interna de Cardiologia do Hospitalar de Stª Marta (1989-1994) Estagio de Ecocardiografia no Hospitalar Gregorio Marañon – Madrid – 1993 Assistente de Cardiologia no Hospital Amadora-Sintra, posteriormente na Unidade de Intervenção Vascular – Hospital Curry Cabral, e actualmente no Hospital de Stª Marta. Assistente Graduada desde 2002. Membro do grupo de estudos da Sociedade Portuguesa e Europeia de Ecocardiografia.

Dr. Sá Nogueira

Mais informação

 João Eduardo Serra de Sá Nogueira

 Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa em 1975. Especialista em Medicina Interna pelos Hospitais desde 1986. Assistente Hospitalar de Medicina Interna do Hospital de São Francisco Xavier desde 1989, graduado desde 1994. Foi responsável pelo serviço de Ecocardiografia do Hospital de São Francisco Xavier durante 16 anos. Especialista em Cardiologia pela Ordem dos Médicos desde 1990. Especialista em Medicina Desportiva desde 1990, pela Ordem dos Médicos. Dedicado aos exames complementares de diagnóstico em Cardiologia e particularmente aos estudos ecocardiográficos desde 1985. Colaborador do IMI na área de Ecocardiografia desde 1990.

Dr. José Loureiro

Mais informação

 José Manuel de Jesus Marreiros Rodrigues Loureiro

 Resumo Curricular: Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa em 1988. Conclusão da especialização em Cardiologia, em 1996 no Hospital de Santa Maria em Lisboa. Estágio de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção no Hospital de la Princesa em Madrid em 1992-1993. Sub-especialidade em Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção. É actualmente Assistente Hospitalar Graduado de Cardiologia do Hospital Fernando da Fonseca, onde é um dos seniors do Laboratório de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção e onde foi responsável da Unidade de Cuidados Intensivos Cardíacos entre 2006 e 2009. Mestrado em Educação Médica pela Universidade Católica Portuguesa. 

Dr. Luís do Rosário

Mais informação

 Luís Afonso Brás Simões de Rosário

  Licenciatura em Medicina em 1988 pela Faculdade de Medicina de Lisboa; 16 valores – Bom com Distinção · Doutoramento em Medicina (Fisiologia) em 2005 pela Faculdade de Medicina de Lisboa; 18 valores – Distinção e Louvor · Fellowship no Departamento Cardiovascular, Brigham & Women’s Hospital, Harvard Medical School, Boston Massachusets, (10/1995 a 9/1996) · Fellowship na Secção de Imagiologia por Ressonância Magnética, Laboratório de Energética Cardíaca, National Heart, Lung and Blood Institute, National Institutes of Health, Bethesda, Maryland, EUA, (05/2001 a 06/2001) · Estágio de Hemodinâmica e Angiografia Cardíaca, Laboratório de Hemodinâmica e Angiografia, Serviço de Cardiologia do Hospital de Santa Maria (12/2002 a 7/2003) · Certificado em Ecocardiografia pela American Society of Echocardiography (07/1998) · Recertificado em Ecocardiografia pela American Society of Echocardiography (05/2005) · Creditado em Cardiologia Nuclear pela American Society of Nuclear Cardiology (10/1999) · Assistente de Fisiologia da Faculdade de Medicina de Lisboa (10/2002 a 3/2006) · Regente Convidado da Cadeira de Biologia Cardiovascular do Mestrado de Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve (2007/ 2008 e 2008 / 2009) · Orientador de tese de Mestrado Biomedicina da Universidade do Algarve (2008/2009) · Cardiologista; Serviço de Cirurgia Cardio-torácica, Hospital de Santa Maria, Centro Hospitalar Lisboa Norte (desde Janeiro 2009) · Médico Ecocardiografista na IMI, Imagens Médicas Integradas, Cascais (desde 1998) .

Dra. Teresa Gomes Mota

Mais informação

 Maria Teresa Sarmento Gomes Mota

 Licenciada pela Faculdade de Medicina de Lisboa em 1983. Especialidade de Cardiologia no Hospital Pulido Valente em Lisboa 1992. Título de especialista pela Ordem dos Médicos 1993. Grau de Consultora em Cardiologia 1998. Assistente Hospitalar de Cardiologia do Hospital Pulido Valente 1997/2002. Pós Graduação em Educação Médica – Universidade Católica Portuguesa 2007. Assistente convidada da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa – cadeira de Medicina II/Patologia médica 1992/2004. Assistente convidada da Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa – Departamento de Educação Médica 2005/2007. Medicina clínica privada na área cardiovascular desde 1993. Vogal do Conselho de Administração da Fundação Portuguesa de Cardiologia. Autora de publicações cientificas e coordenação e desenvolvimento de projectos de prevenção e promoção da saúde cardiovascular de âmbito populacional. Livros publicados: “Do outro lado da bata” Climepsi 2004 “Emagrecer. Eu consigo!” Edições ASA II 2006.

Últimos destaques

Fechar

Estão como novos

Depois de 30 anos a olhar a vida por dentro, chegou a altura de olharmos as nossas Unidades por dentro.

Trocámos os ossos pelo gesso, os músculos pelo pladur, as veias pela tinta e a tecnologia por tecnologia ainda mais avançada. 

Renovámos as Unidades IMI República e IMI Cascais, visite-nos! Estão como novas.

Fechar

IMI-art

IMI-art

Fechar

O IMI no feminino

O IMI no feminino

Fechar

Ressonância Magnética IMI Almada

 

Procurando sempre uma maior proximidade com quem nos prefere e mantendo a nossa aposta nos mais exigentes padrões na prestação de cuidados de saúde e no bem-estar dos utentes, a partir deste mês será possível realizar exames de Ressonância Magnética no IMI Almada.

O IMI dá assim continuidade à política de investimento em novos equipamentos e à diversificação dos serviços, desta vez no IMI Almada (inserido no Hospital Particular de Almada).

Fechar

Novo Portal IMI On-line

Novo Portal IMI On-line

No novo Portal pode utilizar qualquer dispositivo, TelemóvelTablet ou Computador.

Com este novo interface mais fácil cómodo e seguro, pode agendar os seus exames e consultar os resultados em qualquer momento e em qualquer dispositivo.

 

 

 

Fechar

Portal IMI

Este desafio trata-se de uma inovação absoluta que resulta da visão do processo de diagnóstico da empresa, e da plataforma de colaboração e parceria com alguns dos principais providers de tecnologia do nosso país: O lançamento de um Portal onde os Clientes poderão marcar os seus exames e consultar os resultados dos relatórios médicos realizados nos últimos 5 anos.

Fechar

Exames de Cardiologia no IMI

Exames de Cardiologia no IMI

 

Procuramos sempre uma maior proximidade com quem nos prefere. A pensar em si, diversificámos a nossa oferta de exames e já em Fevereiro poderá realizar no IMI República os seus exames de Cardiologia (Electrocardiograma, MAPA e Holter). A partir de Março estes exames estarão também disponíveis no IMI Cascais e em Abril chegam ao IMI Parque. Quando precisar saber como vai a saúde do seu coração conte com os novos serviços do IMI.

 
Fechar

Affidea reforça a sua posição em Portugal

Affidea reforça a sua posição em Portugal

Affidea reforça a sua posição em Portugal e expande-se na área da telerradiologia

02/05/2018

 

O Grupo Affidea, principal prestador europeu de serviços de diagnóstico por imagem, tratamento oncológico e serviços de ambulatório, tem o gosto de comunicar a aquisição do IMI - Imagens Médicas Integradas, um prestigiado prestador de serviços de diagnóstico por imagem e telerradiologia em Portugal.

Esta aquisição faz parte da estratégia de expansão dos serviços de diagnóstico por imagem da Affidea e permite adicionar novos recursos na área da telerradiologia, o que fortalecerá a posição da Affidea no setor privado da saúde em Portugal.

Miguel Santos, CEO da Affidea Portugal, disse: "Este é um importante marco na nossa estratégia de crescimento, que nos permitirá expandir os serviços de diagnóstico por imagem e de ambulatório de elevada qualidade em Portugal. A Affidea está na linha da frente da inovação digital na área da saúde e as competências de telerradiologia do IMI que agora adquirimos irão fortalecer complementar os serviços de saúde que anualmente prestamos a mais de 660 000 utentes. Esta aquisição reforçará também a nossa posição de prestador de serviços de saúde preferencial de utentes, médicos e entidades públicas e privadas em Portugal e potenciará o nosso desenvolvimento tecnológico. Estou convicto de que a experiência e as competências de ambas as empresas nos trarão grandes oportunidades, criando valor para todos os nossos stakeholders ".

Com esta aquisição na área da Imagiologia, o Grupo Affidea aumenta a sua presença para 21 unidades em todo o país, com mais de 1400 profissionais, cerca de 662.000 utentes e 1,4 milhões de exames por ano.

Juntos, a Affidea e o IMI acumulam 42 anos de experiência no mercado da saúde em Portugal, beneficiando da experiência e know-how de uma rede pan-europeia com 245 unidades, mais de 7500 profissionais e 1200 equipamentos, que realizam mais de 12 milhões de exames por ano.

Fechar

A Cedima é Grupo IMI

A Cedima é Grupo IMI

O IMI alargou a sua presença no território nacional estando agora também presente nas Caldas da Rainha através da Unidade Cedima.

Visite-nos em http://www.cedima.pt/

Fechar

IMI e ULSAM - Unidade Local de Saúde do Alto Minho, E.P.E.

ULSAM – Unidade Local de Saúde do Alto Minho

Na sequência do concurso público lançado pela ULSAM - Unidade Local de Saúde do Alto Minho, E.P.E., com vista à concessão da exploração e prestação de serviços de imagiologia na ULSAM, foi adjudicada ao IMI-Imagens Médicas Integradas, S. A..

Após após o competente visto do Tribunal de Contas, o IMI iniciou a referida prestação de serviços a partir do passado dia 25 de janeiro de 2014.

A referida concessão abrange os serviços de imagiologia do Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, do Hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima e a Unidade de Urgência Básica de Monção.

Com esta concessão pretende-se melhorar a qualidade dos serviços de imagiologia disponíveis para uma população que ronda os 250.000 habitantes.

No Serviço de Imagiologia da ULSAM pode realizar os seguintes exames:

Serviço de Imagiologia do Hospital de Santa Luzia
(Viana do Castelo):
Serviço de Imagiologia do Hospital Conde de Bertiandos
(Ponte de Lima):
Serviço de Radiologia da Unidade  de Urgência Básica de Monção:
- RM – Ressonância Magnética - TAC - Tomografia Axial Computorizada - Raios-X
- TAC - Tomografia Axial Computorizada

- Ecografia

 
- Radiologia de Intervenção por TAC e Ecografia - Raios-X  
- Ecografia - Densitometria Óssea  
- Mamografia    

- Raios-X (ambulatório e de urgência)

   

ULSNE- Unidade Local de Saúde do Nordeste

Na sequência de concurso público para a realização de exames e relatórios de TAC, com instalação de equipamento de TAC, na Unidade Hospitalar de Bragança da ULSNE, iniciou-se, em 01 de Janeiro de 2014, uma nova etapa na relação entre o IMI e a ULSNE – Unidade Local de Saúde do Nordeste, E.P.E. 

No âmbito deste contrato, o IMI promoveu a instalação de um equipamento de Tomografia Axial Computorizada de 16 cortes na referida Unidade Hospitalar, substituindo, assim, o antigo equipamento existente de 4 cortes, o que  permitirá garantir não só uma significativa melhoria dos serviços e tempos de resposta, bem como uma superior capacidade de diagnóstico.

 

 

 

 

Fechar

Equipamento de RM no Hospital Santo André, em Leiria

A partir do mês de Dezembro do corrente ano, realizar exames de Ressonância Magnética no Hospital de Santo André (HSA) no distrito de Leiria passa a ser possível.

Fechar

Serão úteis os exames de TAC no rastreio oncológico?

Serão úteis os exames de TAC no rastreio oncológico?

O intuito dos exames de rastreio é o de diagnosticar precocemente uma doença em fase assintomáticade forma apermitirum tratamento mais precoce, logo com maior probabilidade de sucesso.Tipicamente o rastreio é feito a grupos de risco para a doença em causa.

O diagnóstico precoce em doentes assintomáticos é um assunto polémico porque a análise da relação custo/benefício numa perspetiva populacional é difícil de determinar.

Até a mamografia, sendo um caso de sucesso dentro dos programas de rastreio em mulheres acima dos 40 anos, é periodicamente alvo de criticas e duvidas quanto à sua real eficácia.

Mais recentemente, o rastreio por TAC do cancro de pulmão nos grandes fumadorese de cancro colo-rectal nas pessoas com mais de 50 anos têm angariado a adesão da comunidade médica em face da evidência que se têm vindo a acumular relativamenteà sua eficácia em estudos clínicos.

Cancro do pulmão:

O rastreio precoce do cancro do pulmão, (RPCP) demonstrou potencial para reduzir a mortalidade da doença em grandes fumadores e é na realidade o único exame de rastreio validado para despiste da doença em fase assintomática.

Os exames de TACsão realizados para o efeito com dose de radiação significativamente menor do que noutras indicações.

Em geral os radiologistas que realizam estes exames recorrem a apoio de programasinformáticos para identificação automática de nódulos selecionando numa segunda fase as imagens com características suspeita para análise mais detalhada ou seguimento temporal. 

Cancro colo-rectal:

O rastreio por TAC do cancro do cólon e recto, também conhecido por “colonografia por TAC” ou “colonoscopia virtual” é uma técnica muito útil para a identificação de pólipos, (lesões pré-malignas ou até já malignas) permitindo assim a sua excisão em tempo útil.

A doença tem uma prevalência suficientemente grande na população em geral para justificar despiste na população em geral, acima dos 50 anos, (em idade mais precoce se existirem outros fatores de risco), a cada 5 anos.

A técnica consiste na realização de um estudo de TAC após preparação intestinal adequada na antevéspera e véspera do exame, com recurso a uma ligeira e em geral pouco incomodativa insuflação retrógrada por sonda introduzida apenas na ampola rectal.

Este procedimento tem demonstrado um grau de eficácia muito semelhante ao da colonoscopia, (com menor risco do que esta dado não ser um exame invasivo) e maior eficáciado que outras técnicas consideradas de rastreio como a sigmoidoscopia e pesquisa de sangue oculto nas fezes).

Fechar

Osteoporose? Que exames?

Osteoporose? Que exames?

Sinais e Sintomas:

Muitas vezes assimtomática.

Dor óssea em moinha dorsal inferior ou lombar.

Tendência a colapso vertebral com mínimo trauma.

Cifose dorsal.

Fraturas (punho, colo femural) com traumas pouco importantes.

 

Causas:

Primária - Pós-menopausa ou senil

Secundária (<5%) - Disfunção endócrina, iatrogénica (corticóides), imobilização prolongada, Insuficiência renal crónica, etc.

 

Abordagem por técnicas...

1. Raio X

Estudo da coluna dorso lombar 2 planos.

- sobretudo util numa abordagem inicial de queixas dolorosas regionais.

- pode detetar deformações em cunha de corpos vertebrais e alargamento biconvexo dos espaços intervertebrais.

- tem todavia muito pouco valor na quantificação da diminuição da massa óssea pois só após perda de pelo menos 50 a 70% há um relevante aumento da radiotransparência.

 

2. DXA (dual energy X-ray absorptiometry)

É o método de quantificação precisa considerado mais adequado numa primeira linha de análise e companhamento geralmente dirigido a avaliação da coluna lombar e articulação coxo-femural podendo abranger outras zonas, se indicado. Permite monitorização eficaz pós-terapêutica, geralmente apenas adequada a intervalos de cerca de 2 anos.

 

Fechar

Mamografia IMI em Almada

Mamografia IMI em Almada

 

Procurando sempre uma maior proximidade com quem nos prefere e cumprindo a nossa missão, a partir deste mês será possível realizar exames de   Mamografia no IMI Almada.

 

A margem sul ou margem certa, como é conhecida por muitos, contará a partir deste mês com exames de mamografia com a qualidade técnica e afectiva característica dos exames IMI.

 

 Se é vizinho do IMI Almada (inserido no  Hospital Particular de Almada) e se está  na altura de fazer os seus exames de  rotina à mama, visite-nos!

 

Diagnosticamos Afetivamente!